3° vítima da Covid-19 de Jundiaí era colaborador do Hospital São Vicente

3° vítima da Covid-19 de Jundiaí era colaborador do Hospital São Vicente

A Prefeitura de Jundiaí informa que nesta terça-feira (14), o Município contabiliza o terceiro óbito causado pelo Novo Coronavírus. O homem, de 40 anos, estava internado no Hospital São Vicente de Paulo (HSV), era hipertenso e obeso. Com a morte, a cidade passa a contabilizar 3 óbitos positivos para COVID-19 desde o início da pandemia. Outros 20 aguardam resultados do Instituto Adolfo Lutz. O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) solicita à população a adesão ao isolamento social para evitar a disseminação do vírus e, consequentemente, de maior probabilidade de casos da doença.

O homem que morreu era colaborador fo Hospital São Vicente de Paulo

“O Hospital de Caridade São Vicente de Paulo confirma que um de seus colaboradores, acometido pelo Covid-19, foi a óbito na madrugada desta terça-feira, 14. O Hospital tem dado todo apoio e acolhimento à família neste momento. A instituição lamenta profundamente o ocorrido. O colaborador tinha 40 anos e deixa dois filhos, uma menina com 10 anos e um rapaz com 16 anos, que é “Aprendiz” no setor de Farmácia do hospital. Em julho o colaborador iria completar três anos de trabalhos dedicados à instituição. Demais colaboradores que tiveram contato com o colaborador estão sendo monitorados. Até o momento, todos assintomáticos. O HSV reforça que desde o final de fevereiro/2020 implantou protocolo de atendimento exclusivo para pacientes com suspeita de covid-19. O documento tem sido atualizado frequentemente conforme determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde (MS) e Vigilância Epidemiológica (VE) de Jundiaí.
Além do protocolo, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HSV tem realizado treinamentos in loco percorrendo setores e abrangendo todos os colaboradores, incluindo todos os turnos, a fim de orientar sobre cuidados necessários dentro e fora do hospital. Os treinamentos incluem orientações de segurança no exercício das atividades, paramentação e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O HSV acrescenta que o profissional também exercia atividades em outra empresa, já informada à Vigilância Epidemiológica para medidas necessárias.

Assina a nota a Assessoria de Imprensa do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo.

Total
11
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post

Coronavírus: Unidade Sentinela recebe os primeiros pacientes em Itupeva

Next Post

Governador do Rio de Janeiro anuncia que está com o novo coronavírus

Related Posts