Acusada de racismo, mulher diz: ‘Que mané macaco, nada, eu chamei de orangotango’

Racismo:

Segundo informações do G1, Jaqueline da Rocha Silveira dos Santos foi acusada de ofender um homem na Lapa, no Centro do Rio, na última segunda-feira (19). A mulher foi levada à delegacia, pagou fiança e foi liberada.

Uma mulher foi levada à delegacia depois de ser acusada de praticar um ato racista na noite da última segunda-feira (19), na Lapa, no Centro do Rio de Janeiro.

O homem que disse ter sofrido a ofensa não foi identificado, mas a mulher suspeita pelo crime é Jaqueline da Rocha Silveira dos Santos. Ela teria chamado o rapaz de ‘macaco’, segundo a denúncia. O homem então decidiu chamar a polícia.

Em um vídeo, na presença de um PM e de um agente do programa Lapa Presente, Jaqueline reforçou a ofensa. Ao ser perguntada se teria chamado o homem de macaco, Jaqueline respondeu:

“Que mané macaco, nada, eu chamei de orangotango”, disse ela.

Jaqueline foi levada à delegacia. Apesar do crime de racismo ser inafiançável, ela foi liberada depois de efetuar o pagamento da fiança, estipulada em um salário mínimo.

0251

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Brasil