Coronavírus: Planalto registra ao menos 35 servidores infectados

Presidente apresentou, no dia 13 de maio, o resultado de seus três testes, que indicaram que ele não teve a covid-19

Ao menos 35 servidores da Presidência da República foram contaminados pelo novo coronavírus, sete deles auxiliares diretos do presidente Jair Bolsonaro. Os dados foram obtidos pelo Estadão por meio da Lei de Acesso à Informação e se referem ao início de março até o dia 20 de maio. Em média, cada um dos funcionários públicos ficou 14 dias afastado de suas funções no Palácio do Planalto.

Até o dia 20 de maio, 76 exames haviam sido realizados nos ambulatórios da Cosau (Coordenadoria de Saúde da Presidência), dos quais seis testaram positivo para a covid-19. Os demais diagnósticos foram feitos em laboratórios externos. Após disputa judicial com o Estadão, o presidente apresentou, no dia 13 de maio, o resultado de seus três testes, que indicaram que ele não foi infectado pelo coronavírus.

Desde o início da pandemia, o presidente tem descumprido as orientações das autoridades mundiais de Saúde para distanciamento social, indo a manifestações e visitando comércios. Nessas ocasiões, Bolsonaro, acompanhando por diversos auxiliares, frequentemente dispensa o uso da máscara, cumprimenta apoiadores com as mãos, faz selfies e pega crianças no colo.

No Distrito Federal, o uso de máscara é obrigatório em locais públicos. A multa pelo falta do equipamento é de até R$ 2 mil, mas o presidente não foi punido apesar de infringir a regra. Em reuniões e eventos no Planalto, as medidas de proteção não são adotadas de forma unânime. O uso da máscara é adotado conforme a vontade de cada um nos encontros em salas fechadas.

O Brasil é o segundo país no mundo com mais casos de coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Dados divulgados nesta segunda-feira, dia 1º, apontam que o Brasil registra 526.447 infectados e 29.937 mortes pela covid-19.

O Palácio do Planalto emprega atualmente 3.395 servidores, que trabalham na Casa Civil, Secretaria de Governo, Secretaria-Geral da Presidência e Gabinete de Segurança Institucional. Eles se dividem no prédio principal e nos anexos do Planalto.

Via R7

Total
4
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post

Criança morre após ser atingida por linha de pipa com cerol em SP

Next Post

Fila em frente ao Maxi Shopping chama a atenção na reabertura

Related Posts