Distrito Turístico Serra Azul deverá ser lançado em novembro pelo governador

Proposta é que região dos municípios de Vinhedo, Itupeva, Jundiaí e Louveira se torne um dos principais destinos turísticos da América do Sul.

Reunião realizada na segunda-feira, 18, entre os prefeitos de Vinhedo, Louveira, Jundiaí e Itupeva, representantes dos Departamentos de Turismo e da iniciativa privada das quatro cidades discutiu detalhes da organização do evento de lançamento do Distrito Turístico Serra Azul, que deverá ser formalizado pelo Governo do Estado no dia 30 de novembro no parque aquático Wet’n Wild.

“Já iniciamos os preparativos junto às prefeituras e iniciativa privada para fazermos um grande evento de lançamento. O Distrito Turístico representa um salto muito importante para toda a região, trazendo renda, emprego, ao mesmo tempo em que possibilitará investimentos maciços em infraestrutura e preservação ambiental nos municípios que o integram”, explicou o prefeito de Vinhedo, Dario Pacheco.

Atualmente, a região atrai cerca de 10 milhões de turistas por ano com os parques Hopi Hari, Wet’n Wild, o Outlet Premium, entre outras atrações. A proposta é que o destino se torne um dos principais da América do Sul, com área aproximada de 41 km² entre os municípios de Vinhedo, Itupeva, Louveira e Jundiaí, a partir de modelo de desenvolvimento turístico semelhante ao usado em Orlando, nos Estados Unidos.

Estão previstos para a região vários atrativos como campo de golfe, residencial para idosos, shopping com área para prática de esportes de aventura, pista para automobilismo e hotéis temáticos com investimentos previstos de R$ 10 bilhões em cinco anos.

O Distrito Serra Azul será o segundo formalizado pelo Estado. O primeiro foi Olímpia, no mês de setembro. Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Renato Romanetto, o Distrito Serra Azul terá um comitê gestor e um plano diretor para o turismo da região. “Qualquer obra ou modificação precisa de aprovação do conselho e deve seguir as diretrizes do plano, com atrativos que tenham relação com a atividade turística. Para ajudar na atração de investimentos, a lei prevê que sejam dados benefícios fiscais e de acesso a crédito”, disse.

Fonte: Jornal Pratica Notícias

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post

Covid-19: Brasil registra 11.716 novos casos e 318 mortes

Next Post

O PAT de Itupeva inicia esta segunda-feira (25) com oportunidade de emprego!

Related Posts