Um empresário conhecido de Jundiaí é suspeito de ser o mandante do ataque ao carro de uma guarda municipal da cidade, na avenida Benedicto Castilho de Andrade, no bairro Eloy Chaves, na tarde de sábado (14). O carro dela teve as laterais perfuradas e vidros quebrados com golpes de machado por dois homens, ambos de Franco da Rocha. Um deles foi baleado por um guarda, que estava com ela em um restaurante no local e acabou preso – ele não saiu na audiência de custódia. O outro fugiu.

O Jornal de Jundiaí obteve informações, já de posse da Polícia Civil, de que a vítima havia se relacionado com o empresário há mais de um ano, mas que encerrou o relacionamento. Ele não teria aceitado e passou então a persegui-la. Este, aliás, foi o quarto ataque sofrido por ela, que atribui a ele as ações criminosos como sendo o mandante. Em uma das ocasiões ela foi espancada na rua Prudente de Moraes, no Centro de Jundiaí.

Apesar de o caso ter sido registrado na área do 5º DP, deve ser investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Com informações de JJ

0274

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Jundiaí