Morre o cardiologista Dr. Orandy Congíglio

O médico mais antigo do Brasil em atividade, o jundiaiense Orandy Foelkel Congílio, foi sepultado nesta terça-feira (26), às 13h30, no cemitério Parque dos Ipês, no Jardim Planalto. Doutor Orandy tinha 95 anos, e em novembro de 2019 foi homenageado pelo prefeito Luiz Fernando Machado, no Paço Municipal.

Ele perseverou até o final na profissão e aos 95 anos atendia pacientes por um convênio médico das 8 às 14 horas, e em seu consultório das 16 às 18 horas, de segunda a quinta-feira. Em entrevistas que dava aos jornais e sites locais, resumia a principal razão para continuar no trabalho: “Eu não sabia que era velho”, brincava.

Ele nasceu em 10 de junho de 1924, e atuou em no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Rio de Janeiro; recém-formado, foi o médico plantonista na inauguração do Maracanã, em 1950, época em que começou atender em Jundiaí e região.

Fonte: TVTEC Jundiaí e foto G1

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post

Leonardo troca Eduardo Costa por Gusttavo Lima

Next Post

Mãe confessa ter estrangulado filho de 11 anos

Related Posts