Motoboy humilhado em Valinhos abre empresa para ajudar jovens

Matheus Pires Barbosa, de 19 anos, que foi alvo de diversas ofensas e racismo enquanto fazia entregas por delivery, em Valinhos, criou uma empresa para ajudar outros jovens a entrar no mercado de trabalho.

Depois do caso e da grande repercussão o jovem teve uma reviravolta na sua vida. Além de ganhar motos e prêmios, Matheus foi convidado a trabalhar em uma agência de publicidade e junto com amigos criou um negócio.

Chamada de Clã em Rede, a nova empresa promete dar e compartilhar conteúdo sobre diversos temas ligados ao mundo digital, como edição de vídeo, copywriting e webdesign.

“A ideia é dar uma força a quem quer ingressar na área a criar um produto que possa ser mostrado aos donos de agências de publicidade. Também vamos oferecer conteúdo para relacionamento com clientes”, disse Matheus em entrevista o portal UOL.

Total
4
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post

‘Sou negro, adotei um menino branco e fui acusado de sequestro’

Next Post

Despedida: Itupeva perde Carlão, que marcou a história da cidade

Related Posts