Mulher é encontrada morta na cama do ex-namorado

O delegado Rafael Diorio Costa prendeu um operador de máquinas de Itatiba em flagrante, pelo crime de feminicídio, na Vila Santa Luzia. O autor matou a ex-namorada por meio de estrangulamento, na cama da casa onde reside e depois “escondeu” o corpo dela.

Adilson Roberto Tambarin, de 36 anos, morador na rua Januário Ordini, no bairro do Leite, recebeu na sua casa, na manhã de domingo (19) a ex-namorada, Margarete Correia Nunes, de 45 anos. Ela residia no Parque São Gabriel e foi até a casa dele para pedir dinheiro emprestado para fazer uma festa de aniversário.

Como até às 12 horas Margarete não tinha retornado para casa, os familiares dela foram até a casa de Adílson e questionaram se tinha visto ela. Em um primeiro momento ele negou. Como os parentes dela estavam desconfiados, voltaram mais tarde e questionaram novamente. Foi quando Adilson disse ter “feito uma besteira”. Mas não revelou o que era.
Preocupados, os familiares foram até a Delegacia de Polícia Civil e relataram para o delegado a situação. O próprio delegado reuniu os policiais civis de Itatiba e foi no endereço de Adilson.

Ao chegar na casa o delegado encontrou o corpo de Margarete sobre a cama. Ela tinha sido morta por estrangulamento e Adilson tinha preparado uma corda no caibro do telhado, para se enforcar.

O delegado determinou a prisão em flagrante do operador de máquinas e o encaminhamento dele para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.
O corpo de Margarete foi levado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí e liberado para sepultamento na tarde desta segunda-feira (20), em Itatiba.

O delegado Rafal Diorio indiciou o operador de máquinas por feminicídio, ocultação de cadáver e ainda por ficar com a bicicleta da vítima, que estava escondida no interior da sua casa.

Os familiares de Margarete estavam muito revoltados.

0686

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Itatiba