Mulher negra resgatada teme segurar mão de repórter branca

Madalena Silva, de 62 anos, foi resgatada em março de 2021 após passar 54 anos em condições análogas à escravidão.

O trecho de uma reportagem do telejornal “Bahia Meio-Dia” viralizou nas redes sociais após Madalena Silva, uma mulher negra resgatada de trabalho análogo à escravidão, confessar à repórter Adriana Oliveira que temia pegar em sua mão por ela ser uma mulher branca.

Aos prantos, Madalena hesita com a tentativa da repórter de segurar em sua mão, dizendo: “Eu tenho receio de pegar na sua mão branca”. Adriana questiona a entrevistada: “Mas você tem medo de quê?”. Ela responde: “Porque eu vejo a sua mão branca, aí eu pego a minha boto em cima da sua, aí eu acho feio isso”.

Delicadamente, a jornalista conversa com Madalena: “sua mão é linda, sua cor é linda, olha pra mim. Aqui não tem diferença”. A senhora responde: “Tem, sim, diferença, olha a sua e olha a minha”. Adriana rebate: “O tom é diferente, mas você é mulher, eu sou mulher. Os mesmos direitos e o mesmo respeito que todo mundo tem comigo, tem que ter com você.” Ao final, a repórter abraça a entrevistada.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Previous Post

Denúncia anônima de tráfico de drogas no bairro Jardim Alegria em Itupeva

Next Post

Tráfico de drogas em Itupeva

Related Posts